Por que as crianças ‘mentem’? 3 formas de lidar com essa situação

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

crianças mentem

Há uma expressão bastante conhecida que diz: as crianças não mentem! Mas, não é exatamente assim. Durante a primeira infância até a fase dos oito anos, as crianças ‘mentem’ de uma forma diferente dos adultos. Quando o filho apresenta uma mentira nessa faixa etária, dificilmente a sua intenção é esconder algo importante dos pais. Isso porque as crianças ‘mentem’ porque elas usam a imaginação para fantasiar e não veem problemas em falar para as pessoas coisas que não são reais.

Além disso, as crianças ‘mentem’ em ocasiões diversas, seja na escola, em casa ou durante os momentos de lazer. A mentira geralmente é constatada quando os adultos percebem que o pequeno está inventando uma história ou mesmo ampliando um fato. Essas situações ocorrem com frequência na infância, pois a criança busca manter uma boa imagem de si mesma e satisfazer as suas vontades.

Um exemplo típico de que as crianças ‘mentem’ de forma diferente dos adultos, é quando um colega de classe diz que irá para a praia pela primeira vez. Logo em seguida, uma criança afirma ter ido mil vezes para a praia. Esse exagero acontece pois a criança imita o comportamento do outro para ser notado e chamar atenção.

Agora que você já entendeu um pouco do processo que explica por que as crianças ‘mentem’, nós te convidamos para conferir na sequência deste artigo as 3 formas de lidar com essa situação. Não perca!

1.  Mostre que mentir nunca é legal e não vale a pena

Como vimos, as crianças ‘mentem’ e dificilmente algum pequeno passará pela infância sem contar uma “mentirinha”. Apesar de ser algo recorrente, é importante que os pais fiquem atentos para que essa característica não se desenvolva mais e se torne parte da personalidade do filho.

Uma forma de lidar com essa situação é mostrando que mentir não é uma atitude legal e que em nenhum caso ela vale a pena. Em vez de aplicar castigos rigorosos ao perceber que o filho mentiu, os pais podem contornar a situação ensinando a importância da confiança nas relações interpessoais.

crianças mentem

É importante chamar a criança para uma conversa e mostrar que a família ficou chateada com a mentira, mesmo que ela tenha sido direcionada a outra pessoa. Na sequência, vale ressaltar que a mentira quebra a confiança que as pessoas têm em nós, e isso é muito negativo. Por fim, pergunte ao seu filho se ele entendeu a força da verdade e se dali em diante os familiares e amigos poderão confiar nele. Essa é uma forma de apresentar aos poucos para as crianças que a mentira é algo ruim e que pode interferir negativamente na vida de várias pessoas.

2. Seja você um exemplo para o seu filho

Sem perceber, muitos pais acabam mentindo na frente dos filhos. Por exemplo, dizer ao telefone que está no trânsito sendo que ainda nem saiu de casa. Por mais simples que essa mentira pareça, ela pode acabar influenciando no comportamento do filho. Assim, sempre que a criança se sentir pressionada, ela irá inventar uma mentira. A dica é excluir essa atitude do dia a dia de toda a família.

3. Crianças mentem em ocasiões mais graves e é preciso ficar atento

Uma dos momentos mais difíceis para os pais é quando as crianças ‘mentem’ sobre algo grave. Em média, isso ocorre com crianças maiores, a partir dos 5 anos de idade. O desafio é saber se o relato da criança é real ou se trata de uma mentira. A dica é conversar com o pequeno mais a fundo e apresentar a gravidade do que ele disse, mas sem pressão, pois o filho pode estar falando algo verdadeiro e o questionamento excessivo  dos pais pode acabar fazendo com que a criança mude o que disse.

Nessa conversa, vale observar a reação da criança e também perguntar se o que ela disse não é uma brincadeira.

No artigo de hoje, apresentamos 3 formas de lidar com situações nas quais as crianças ‘mentem’. Para continuar por dentro dos assuntos relacionados à educação dos filhos, nós te convidamos para conferir em nosso blog o post que mostra como acompanhar a influência da internet na vida dos filhos.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×